(31) 9 8933-2498

Comer carne na Argentina pode ser até 50% mais barato que no Brasil


Desvalorização do peso argentino, inclusive, faz país virar destino visado por brasileiros

01/08/2022 às 13h41

Com a desvalorização do peso, comer carne na Argentina pode ser 50% mais barato na comparação com o Brasil. Na cotação desta segunda-feira (1º), por exemplo, R$ 1 equivale a 25,68 pesos. Na cotação paralela, o valor é ainda maior, podendo um real chegar a 56,26 pesos argentinos.

O bife de chorizo, um dos cortes mais famosos no país, pode custar até R$ 21 no restaurante Chiquilín, na capital Buenos Aires. As informações são do Poder 360. O país, inclusive, se tornou destino visado pelos brasileiros.

Os fatores tornam a Argentina um dos poucos países onde brasileiros têm mais poder de compra. De acordo com levantamento divulgado pelo fórum “Panrotas”, a quantidade de turistas vindos do Brasil ultrapassou 2,5 milhões no primeiro semestre, e o público representa um em cada cinco visitantes internacionais. O número está 25% maior do que no mesmo período de 2019, antes da pandemia de Covid-19.

No balanço mais recente, R$ 1 equivale a cerca de 23,5 pesos. Há dez anos, quando estava estável, a diferença em relação ao real flutuava entre dois e três pesos. Apesar disso, a incerteza econômica torna a conversão ainda mais desigual e incerta. É possível trocar a moeda brasileira por até o dobro do valor oficial, mas há ampla inconsistência no câmbio.

Com Lucas Negrisoli 


Voltar

Confira também:





CNPJ: 09.621.428/0001-26
Agência Minas de Radiojornalismo
Rua Dom Viçoso, 217. Mariana - MG.
© 2017 - 2022 | Desenvolvido por Masterix Sistemas