(31) 9 8933-2498

Atualização : Dívida de R$ 700 teria motivado assassinato de mulher trans


Suspeito preso pela PM afirmou que atirou contra a vítima por causa de uma dívida referente a um celular

17/04/2022 às 22h17

A Polícia Militar prendeu, na noite deste domingo (17), o suspeito de ter matado com 11 tiros a transexual Kelly Keyse Rosa da Silva, de 32 anos. O crime ocorreu nos primeiros minutos do dia, quando a mulher trans tomava cerveja com o irmão em um bar localizado no bairro Emboabas, em Caeté, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Segundo o tenente Sérgio Henrique, o suspeito foi detido com duas armas e drogas. Ele afirmou que decidiu assassinar a vítima por causa de uma dívida de R$ 700. O homem contou que vendeu um celular para a transexual, que não teria pago o valor combinado.

O suspeito afirmou ainda que a vítima costumava ameaçá-lo de realizar “trabalho de feitiçaria” para complicar a vida dele.

De acordo com o boletim de ocorrência, seis homens saíram do matagal que fica ao lado do estabelecimento Esquina Bar 100% Bom e ao menos um deles atirou várias vezes contra a mulher. Os tiros atingiram pescoço, costas, peito, braços e nádegas da vítima. O Samu foi chamado, mas a morte foi confirmada quando os especialistas chegaram ao local.

 


Voltar

Confira também:





CNPJ: 09.621.428/0001-26
Agência Minas de Radiojornalismo
Rua Dom Viçoso, 217. Mariana - MG.
© 2017 - 2022 | Desenvolvido por Masterix Sistemas