(31) 9 8933-2498

Obras do reassentamento de Paracatu de Baixo podem ser vistas em passeio virtual


Aplicação disponível reúne fotografias e vídeos com atualizações semanais das estruturas no distrito

12/11/2019 às 18h28

Com o objetivo de dar mais transparência, visibilidade ao processo de construção e prestar contas às famílias atingidas e à sociedade em geral, a Fundação Renova lançou o tour virtual das obras do reassentamento coletivo de Paracatu de Baixo.

 

O tour virtual, disponível no site www.fundacaorenova.org, pode ser acessado de qualquer computador e celular pelos navegadores Chrome, Opera, IE, Firefox ou Safari. A aplicação permite a utilização de óculos de realidade virtual.

 

Com links para visão 360° do terreno, topografia e projetos 3D dos bens públicos, o tour traz textos informativos com imagens atualizadas semanalmente sobre obras como as igrejas, posto de saúde, escola, entre outros. Em breve, o andamento das obras poderá ser acompanhado por vídeos de time-lapse (técnica em que diversas fotografias são exibidas de forma sequencial e mostram o tempo passando de forma acelerada) atualizados mensalmente.

 

O ambiente virtual reúne fotografias e vídeos 2D ou 3D. A ferramenta é intuitiva e tem as funções de distanciamento e aproximação. O usuário pode fazer o acompanhamento aéreo da obra, além de passear pelo terreno.

 

Andamento do reassentamento

 

As obras de infraestrutura do reassentamento de Paracatu de Baixo começaram em julho de 2019. Atualmente, as seguintes atividades estão sendo realizadas: abertura da trincheira – onde será construído o acesso principal ao reassentamento –, terraplenagem das vias de acesso e das áreas dos lotes, obras de contenção em terra armada, obras de bueiros de drenagem pluvial, redes de água e esgoto.

 

As atividades de terraplenagem do reassentamento somam, até hoje, 481.151 metros cúbicos em movimentação de terra, o que corresponde a 37% do volume total previsto. Já a terraplenagem na trincheira está 90% concluída – ao todo, serão retirados cerca de 95 mil metros cúbicos de terra no local.


Em paralelo, os projetos conceituais das casas estão em desenvolvimento com a participação das famílias e arquitetos.

 

Todas as ações de reparação, definidas em conjunto com os próprios moradores, respeitam os aspectos sociais, econômicos e individuais. O modelo aprovado prevê a reconstrução das casas e, também, a retomada dos modos de vida e das relações de vizinhança.

 

A Fundação Renova realiza processo coletivo e deliberativo para tomada de decisões, estabelecido nas diretrizes do reassentamento definidas com a comunidade, comissão de atingidos e assessoria técnica, com acompanhamento do Ministério Público.

 

 


Voltar

Confira também:





CNPJ: 09.621.428/0001-26
Agência Minas de Radiojornalismo
Rua Dom Viçoso, 217. Mariana - MG.