(31) 9 8933-2498

Após intermédio de Thiago Cota, UFOP realiza diagnóstico da Covid-19 em 33 cidades


29/07/2020 às 17h23

Em duas semanas, a Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) já realizou cerca de 1 mil testes de detecção do coronavírus. As amostras são enviadas pelas secretarias municipais de Saúde de Ouro Preto, Mariana e outras 31 cidades de abrangência da Superintendência Regional de Barbacena. 

 

Em abril, o deputado estadual Thiago Cota intermediou a habilitação do Laboratório de Imunopatologia da UFOP junto à Secretaria Estadual de Saúde e à Fundação Ezequiel Dias (Funed). Este mês, o processo para integrar a Redelab Covid-19 foi finalizado e, desde o dia 14, a instituição de ensino e pesquisa está credenciada a realizar, com segurança, o diagnóstico para a doença. 

 

Conforme o parlamentar, esse é um importante passo para controle e combate ao vírus. “Com os resultados, as prefeituras poderão elaborar políticas que respondam a verdadeira situação sanitária da cidade”, ressalta. Apesar da necessidade de medidas preventivas em qualquer situação, ele frisa que “locais com pouca incidência da doença, por exemplo, podem diminuir a imposição de ações restritivas à população”. 

 

Como fazer o exame?

 

A UFOP não faz coleta de exames diretamente da população. Esse trabalho é executado pela rede de saúde, que é a responsável por dar encaminhamento do material para a análise. O resultado é enviado por sistema eletrônico, de acordo com o código de protocolo, em até dois dias. 


Voltar

Confira também:





CNPJ: 09.621.428/0001-26
Agência Minas de Radiojornalismo
Rua Dom Viçoso, 217. Mariana - MG.