(31) 9 8933-2498

"COVID-19" Secretaria de Saúde de Mariana investiga mais um óbito, ocorrido na noite de sexta(3)


05/04/2020 às 10h16

Um aluno de pós-doutorado de 41 anos que estudava no ICHS da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), foi encontrado morto na noite dessa sexta-feira (3) em uma república. A secretaria de saúde investiga se foi de coronavírus.

Uma pessoa que mora no mesmo local informou que o estudante ligou para familiares que mora no estado Goiás, na quinta-feira (2) à noite, dizendo que estava passando mal. Sem ter informações do estudante por mais de 24 horas,um familiar teria pedido que algum responsável pela república que arrombasse a porta, o que foi feito. Quando entraram no quarto, ele foi encontrado no chão sem vida. A polícia foi chamada para registrar um boletim de ocorrência. 

Segundo o secretário Danilo Brito em uma coletiva na tarde de sábado (4), foi feito um teste rápido e constatou positivo para dengue e negativo para Covid-19, mas o teste definitivo é do laboratório oficial do governo de Minas a Fundação Ezequiel Dias. Esse caso entrou na lista de investigados no boletim emitido pela saúde municipal no dia de ontem (4).

Danilo Brito informou que, nos casos sob investigação, a vigilância sanitária pesquisa pessoas que tiveram contatos com os pacientes, mesmos os que vieram a óbito.

 

A UFOP divulgou em seu site uma nota de pesar pela morte do aluno.

 

Com profundo pesar, a Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) comunica o falecimento de um pesquisador de pós-doutorado, no município de Mariana, ocorrido na noite de ontem, 03/04. O secretário Municipal da Saúde, Danilo Brito, em entrevista coletiva concedida na tarde de hoje, 04/03, informou que foram realizados exames (teste rápido), cujos resultados deram positivo para dengue e negativo para a Covid-19. No entanto, ele ressaltou que o caso continua sob investigação, uma vez que os laudos conclusivos só ocorrerão após os exames da Fundação Ezequiel Dias (Funed), em nível estadual. O secretário informou que, nos casos sob monitoramento, a vigilância sanitária pesquisa pessoas que tiveram contatos com os pacientes, inclusive aos que vieram a óbito, como meio de dar as orientações necessárias de como proceder em situações como esta.

 

 


Voltar

Confira também:





CNPJ: 09.621.428/0001-26
Agência Minas de Radiojornalismo
Rua Dom Viçoso, 217. Mariana - MG.