(31) 9 8933-2498

Visita ao Complexo de Germano possibilita a troca de aprendizados


24/07/2019 às 14h45

Representantes das defesas civis municipais de Mariana e Barra Longa e de comunidades dos dois municípios visitaram o Complexo de Germano, em Mariana, nessa terça-feira (23/07), para conhecer o Centro de Monitoramento e Inspeção (CMI) e o Sistema de Disposição de Rejeito Cava Alegria Sul, em obras para a retomada de operações da Samarco. A agenda teve o objetivo de compartilhar aprendizados. 

 

“A Samarco possui o Plano de Ações Emergenciais de Barragens de Mineração, o PAEBM, e para a efetiva resposta a situações de emergências, a participação das defesas civis, dos órgãos de resposta e da comunidade é fundamental. O objetivo da visita é que eles conheçam e compartilhem seus aprendizados com toda a comunidade, falem sobre a forma com que estamos gerenciando as nossas estruturas geotécnicas e sintam a importância do processo e da participação deles nos simulados de emergência", afirmou a coordenadora de Infraestrutura da Samarco, Melissa Manger.

 

Com quase 40 pessoas, além das defesas civis municipais, o grupo contou com a presença de representantes dos Núcleos Comunitários de Proteção de Defesa Civil (Nupdecs) de Ponte do Gama (Mariana) e Gesteira (Ponte Nova). Os visitantes puderam conhecer o processo de retomada das operações da Samarco, que pretende retomar suas operações com mais segurança, sem barragem de rejeitos e após implantar o sistema de filtragem. Além do CMI e da Cava Alegria Sul, eles conheceram as estruturas da barragem de Germano.

 

“Estamos vendo o empenho da empresa para voltar a funcionar com mais segurança. O trabalho que fazemos na comunidade de Barra Longa, e contamos com o apoio da Samarco, tem sido importante para criar essa cultura de prevenção. A empresa está conseguindo mostrar que é parceira da população”, afirmou o coordenador da Defesa Civil Municipal de Barra Longa, Leonardo de Carvalho Roldão.

 

José Silvério, do Núcleo Comunitário de Proteção de Defesa Civil (Nupdec) de Ponte do Gama, também falou sobre a visita. “Vimos que as estruturas são muito monitoradas. Visitamos e conhecemos locais que a gente só ouvia falar. É um trabalho muito bem feito que a empresa está fazendo”, afirmou.  Já a representante do Nupdec de Gesteira, Antônia Aparecida de Araújo Cota, ressaltou que a ida ao local era um anseio. “Sabemos que a Samarco está fazendo o possível para reduzir os riscos e fazendo as manutenções para maior segurança”, disse.

 

Parceria

As defesas civis municipais de Mariana e Barra Longa possuem uma importante atuação no envolvimento das comunidades, em parceria com a Samarco. Além da instalação de sirenes em comunidades de Mariana e Barra Longa, a empresa apoia as defesas civis desses municípios em exercícios simulados para treinar a população e os agentes municipais sobre como proceder em uma situação de emergência. Os simulados integram o Sistema de Emergência orientado pelas normas e procedimentos do PAEBM da empresa.

 

Como acordado com a comunidade, uma vez por mês, as sirenes são acionadas nas comunidades para testar os equipamentos e conscientizar os moradores sobre o alerta emitido.  Em horário programado, as comunidades ouvem uma mensagem de voz informando que se trata de um teste. Em seguida, ouvem o som de alerta durante um minuto. 

Crédito da foto: Divulgação Samarco


Voltar

Confira também:





CNPJ: 09.621.428/0001-26
Agência Minas de Radiojornalismo
Rua Dom Viçoso, 217. Mariana - MG.