(31) 9 8933-2498

João Pinheiro (MG) diversifica economia e quase triplica vagas


07/05/2019 às 12h48

João Pinheiro (MG) estreia com uma lição: a de que é possível, e às vezes necessário, diversificar. Há três anos e meio, a chamada crise do carvão dispensou aproximadamente 2 mil pessoas. Segundo o atual prefeito, Edmar Xavier Maciel, que era vereador na época, a cidade era muito dependente da produção.

Foi preciso, então, explorar outros setores. “Hoje temos economia variada. Quatro usinas de álcool, plantação de eucalipto e cana de açúcar grande, produtores de leite, soja e milho para etanol. Somos referência no ramo de confecção e temos agricultura familiar em uns 20 assentamentos”, lista. Entre as oportunidades que surgiram, há destaque para a energia fotovoltaica, que ainda vai iniciar contratações, e até um supermercado, que empregou 120 pessoas.

Oportunidades

Segundo Maciel, a nova plantação de café deve gerar 500 vagas, mesmo número esperado para a fazenda de energia solar. O maior Município do Estado em extensão sempre teve potencial na agricultura, mas competia com localidades vizinhas, que ficaram saturados com grandes lavouras. “Para os pequenos produtores dos assentamentos, distribuímos 15 tratores, e o pessoal que não tinha água começou a plantar e revender hortaliças na feira”, lembra.

O prefeito ressalta que os convênios de João Pinheiro com o governo, entre carros, caminhões e máquinas, geraram emprego. Prova é que, em 2018, a segunda ocupação com melhor saldo nas contratações foi de motorista de caminhão. “Giramos a economia, montamos posto de saúde, fizemos obras de asfalto. Tudo isso contrata mais”, argumenta. 

Para se ter uma ideia do salto, o Município mineiro com uma população estimada em 48.561 habitantes foi de 129 vagas em 2016, para um saldo positivo de 485 postos de trabalho em 2017 e 1.294 em 2018.

Campanhas

A parceria da prefeitura com o Sebrae, a Federação das Associações Comerciais, Industriais, Agropecuárias e de Serviços de Minas Gerais (Federaminas) e os outros Poderes – Legislativo e Judiciário – resultou na criação do Conselho de Desenvolvimento de João Pinheiro (Condejop). O presidente da Associação Comercial de João Pinheiro, Alexandre do Couto, e a gerente executiva, Lilian dos Santos, contam que, por meio do projeto Pró-Município, há grande expectativa de que o saldo de vagas seja ainda maior em 2019.

“O projeto é dividido em agronegócio, infraestrutura e indústria/comércio e trabalha em duas frentes. A primeira, de incentivar as empresas locais a se qualificarem e crescerem. E a segunda, de garantir que as indústrias instaladas aqui contratem serviços da cidade, como manutenção de maquinário”, descreve Lilian. A capacitação será custeada pela empresa interessada em capacitar os profissionais para atender as demandas com um subsídio do Condejop. “A economia vai melhorar de forma considerável, sem perder oportunidades para fora e garantindo atendimento mais rápido às demandas”, espera.

Por: Amanda Maia

Fotos: Prefeitura de João Pinheiro e Órigo/Divulgação

Da Agência CNM de Notícias


Voltar

Confira também:





CNPJ: 09.621.428/0001-26
Agência Minas de Radiojornalismo
Rua Dom Viçoso, 217. Mariana - MG.