(31) 9 8933-2498

Moradias populares em Mariana ainda só no sonho

Moradias populares em Mariana ainda só no sonho

Moradias populares em Mariana ainda só no sonho

22/08/2017 às 19h24

O sonho da casa própria em Mariana cada dia mais distante, frustra os que estão esperando e tem o perfil ainda a prefeitura gasta um valor considerável com alugueis sociais. São exatamente 84 apartamentos populares construídos nos bairros Morada do Sol e Santa Clara em Mariana que estão abandonados há mais de dois anos. Os imóveis foram construídos com recursos próprios do Município.

O Território Notícias esteve conversando com o Secretário de Desenvolvimento Social e Cidadania, Juliano Barbosa que fez um relato da real situação destes imóveis.

O secretário alega que os prédios foram construídos durante a administração do então prefeito Celso Cota em 2013, numa área pertencente a Mina da Passagem, tanto no Santa Clara como no Morada do Sol,sendo que o Morada do Sol existe o processo de desapropriação e termo de posse que foi levado ao cartório de registro de imóveis em junho último, com esse termo será possível fazer a averbação e a secretaria de obras iniciar com a CEMIG a eletrificação do entorno.  A área do Santa Clara nem processo tem e é o mais crítico com relação a legalização. Ainda falta a Secretaria de Obras dar início ao levantamento topográfico da área para começar o processo de desapropriação. “O prefeito pediu máxima urgência para toda equipe envolvida na legalização e adequações para que os primeiros moradores sejam contemplados. A prefeitura não pode investir numa área onde existem impasses judiciais impedindo o prosseguimento das obras. Esses entraves impedem até mesmo o convênio com a CEMIG para levar energia elétrica aos imóveis”, enfatiza Juliano Barbosa. Perguntado sobre a os constantes roubos de materiais, principalmente de acabamento o secretario disse que existem vigias, mas mesmo assim acontecem esses atos de vandalismo.  

A administração Duarte vem sendo duramente criticada justamente por não zelar por esses imóveis até a total regularização das áreas onde foram edificados os prédios. Por outro lado, jamais a prefeitura poderia construir numa área de propriedade particular. Quem deveria zelar para que não houvesse ocupações irregulares dá esse péssimo exemplo.

Tentamos contato com o ex-prefeito Celso Cota e com os proprietários das áreas demandadas sem sucesso. A Procuradora Geral do Município não atendeu nossa reportagem.

Fotos: ASCOM Câmara de Mariana

Álbum de Fotos


Voltar

Confira também: