(31) 9 8933-2498

Mariana investirá R$ 220 mil para inserir famílias em vulnerabilidade no mercado de trabalho


Projeto prevê três ações que darão acesso à cooperativas e associações

24/10/2018 às 18h29

O Programa de Promoção do Acesso ao Mundo do Trabalho (Acessuas Trabalho) busca a autonomia das famílias usuárias da Política de Assistência Social, por meio da integração ao mundo do trabalho e agora Mariana faz parte dessa realidade. Através da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania, a Prefeitura de Mariana já recebeu R$ 220 mil e irá investir em projetos que elevem a força e economia de famílias em situação de vulnerabilidade social.

O secretário de Desenvolvimento Social e Cidadania, Juliano Barbosa, explica que o convênio servirá para que a entidade cadastrada no Conselho Municipal de Assistência Social seja contratada diretamente pela Lei do Marco Regulatório através de termo de cooperação/fomento. Ela fará a execução dos trabalhos junto à comunidade e poder público. O edital foi publicado em setembro e o cadastramento das entidades feitos junto ao Conselho.

As ações de Inclusão Produtiva compreendem a qualificação técnico-profissional; a intermediação pública de mão-de-obra; o apoio ao microempreendedor individual e à economia solidária, o acesso a direitos sociais relativas ao trabalho (formalização do trabalho), articulação com comerciantes e empresários locais para mapeamento e fomento de oportunidades, entre outros.

De início serão três ações desenvolvidas: uma na sede e outras duas nos distritos. “Aqui em Mariana transformaremos a Oficina de Corte e Costura em uma cooperativa, onde todas os trabalhadores e trabalhadoras receberão a sua parcela sobre o seu trabalho”, afirma Juliano.

Sobre as atividades no distrito, Juliano explica que reuniões serão agendadas para que sejam definidos o temas e localidades em potencial para receber o programa e cita como será parte da avaliação. “Nessas reuniões vamos levantar as localidades em situação de vulnerabilidade, englobar os conhecimentos em comum da população e transformar em parte do projeto, trabalhando em forma de associação ou cooperativa. Assim vamos conseguir inserir diversas famílias no mercado de trabalho”, pontua.

Outro ponto destacado pelo secretário é o suporte que o novo programa dará às mulheres assistidas pelo Inclusão Produtiva. A ação municipal ampara a mulher e a qualifica para o mercado de trabalho durante dois anos. Assim que findados, as cooperativas existentes serão mais um impulso para que todas tenham progresso em sua caminhada.


Voltar

Confira também:



CNPJ: 09.621.428/0001-26
Agência Minas de Radiojornalismo
Rua Dom Viçoso, 217. Mariana - MG.