(31) 9 8933-2498

Navio "verde" construído a partir de iniciativa da Vale faz primeiro carregamento no Porto de Tubarão


27/02/2018 às 18h00

Embarcação, a primeira de 32, emite entre 15% e 20% menos CO2 que os Valemaxes; Navios representam contribuição aos esforços internacionais para reduzir emissões e atingir objetivos do Acordo de Paris

O primeiro navio mineraleiro VLOC (Very Large Ore Carrier) de segunda geração fez seu primeiro carregamento no Porto de Tubarão, em Vitória, no Espírito Santo. O Yuan He Hai, com capacidade de 400 mil toneladas, é o primeiro VLOC a entrar em operação de uma frota de 32 que vão atender o transporte transoceânico de minério de ferro, em especial na rota Brasil-China. Os novos VLOCs, mais eficientes e sustentáveis, foram construídos a partir de iniciativa da Vale, mantendo o transporte marítimo de cargas da empresa como um dos mais eficientes do mundo em emissões de gases de efeito estufa.

Os novos navios emitem entre 15% e 20% menos gás carbônico que os Valemaxes, considerados de primeira geração e que já operam desde 2011. Os Valemaxes, projeto pioneiro da Vale, já emitiam 35% a menos CO2 em comparação aos capesizes, até então navios padrão para transporte de minério, com capacidade de carregamento de 180 mil toneladas.  O Yuan He Hai atracou no porto no último domingo, dia 25, e demorou um dia e meio para ser carregado antes de seguir viagem para a Ásia.

O Yuan He Hai, o primeiro de uma frota de 32 novos VLOCs, é carregado no Porto de Tubarão (ES)

Os demais 31 navios de 400 mil toneladas serão entregues aos armadores até o fim de 2019. Além desses, a Vale negocia contratos que resultarão na construção de novos navios de 325 mil toneladas, os chamados Guaíbamax. "Consideramos que esses navios incorporam o estado da arte em termos de eficiência e de inovação ambiental na área. O Guaíbamax, por exemplo, será equipado também com um sistema de limpeza de gases de descarga que permitirá eliminar em até 99% a emissão de enxofre na atmosfera", explica a diretora de Navegação da Vale, Renata Costa. Entre 70% e 74% dos grandes navios que transportam cargas da Vale - ou seja, com capacidade acima de 180 mil toneladas - fazem a rota Brasil-China.

 

Informações Técnicas

Nome do navio: Yuan He Hai

Construção: Shanghai Waigaoqiao Shipbuilding Co Ltd (SWS)

Entrega: 11 de janeiro de 2018

Foto:Divulgação Vale


Voltar

Confira também:



CNPJ: 09.621.428/0001-26
Agência Minas de Radiojornalismo
Rua Dom Viçoso, 217. Mariana - MG.