(31) 9 8933-2498

Comerciantes e pescadores do ES começam a receber indenização por lama da Samarco


Um total de 28 cidades do estado e de Minas foram incluídas no programa da Renova, e a expectativa é de que o pagamento saia até março deste ano.

31/01/2018 às 12h25

“Todas aquelas pessoas que realizaram cadastro, que foram consideradas, de fato, impactadas e que passaram pelo programa de indenização, recebem a indenização. Comerciantes, agricultores e pescadores estão inclusos também”, falou o coordenador do Programa de Indenização Mediada do Espírito Santo, Rodrigo Kuyumijan.

O pagamento deve ser feito a seis mil pescadores dos estado capixaba. “Como existe uma diferenciação entre as distintas categorias – hoje, nós temos subsistência, pescadores não regularizados, pescadores profissionais -, cada um tem um valor diferenciado, mas, naturalmente, todos eles são apresentados aos pescadores que podem, de fato, se reconhecer naquele valor e aceitar ou não a proposta, uma vez que o programa de indenização é voluntário”, explicou o coordenador.

Indenizações

As indenizações por danos gerais são destinadas às pessoas ou micro e pequenas empresas que sofreram danos ou perdas em suas atividades econômicas ou produtivas.

Os valores pagos são avaliados caso a caso, tendo como base as informações do Cadastro Integrado, levantamento realizado pela Renova nas cidades atingidas, e os documentos entregues pelo impactado.

Fonte G1.com


Voltar

Confira também: